Tropicais | Caipirinha Prendada

Caipirinha com Jambo Rosa

Já faz um mês que vou ao hortifrutti e esta frutinha rosa me chama a atenção. Até que esta semana resolvi comprá-la para experimentar na caipirinha. Eu já conhecia o jambo, mas era um outro, no caso deste jambo rosa ainda não tinha experimentado, mas já imaginava bastante semelhança no sabor.

Fruta comprada, fato comprovado: sabor suave, textura macia e apenas a cor bem mais bonita: rosa. Na caipirinha foi exatamente o que aconteceu, a beleza da cor tomou conta, mas o sabor foi muito leve. A parte que mais gostei foi a fruta curtida no final do drink porque daí eu ia comendo e saboreando bem calmamente a minha caipirinha.

Fiz a receita tradicional, apenas acrescentando o jambo rosa e amassando-o junto com o limão e com o açúcar. Não foi nada surpreendente, mas vale a pena sim e recomendo experimentarem.

Ingredientes:

– 01 limão tahiti

– 02 colheres (sobremesa) de açúcar

– 02 doses de cachaça (120ml)

– 02 jambo rosa

 

Modo de fazer: 

Prepare a caipirinha como de costume, amasse o jambo rosa na hora de amassar o limão. É muito fácil e só saborear.

 

Caipirinha Com Morangos Silvestres

Oie.

E o feriado de 15 de novembro 2016 não foi 100% feriado, mas deu para aproveitar bem e até fazer uma caipirinha com cachaça nova que recebi há quase 1 mês, a Saliníssima.

Na parte da manhã cumpri metade de expediente porque trabalho não tem dia e nem hora, mas sempre sobra um tempinho para distrair um pouco. Aliás, meu tempo livre tenho dedicado ao blog que é um projeto independente e que estou curtindo muito, aprendendo bastante tanto sobre cachaça como redes sociais, além de fazer muitos novos e bons amigos.

Mas, voltando à caipirinha, desta vez a dica é com moranguinhos silvestres que colhi no meu recanto na Serra da Cantareira onde relaxo e faço meus experimentos com os amigos ou mesmo acompanhada apenas do marido que já é uma excelente companhia e é bem crítico na avaliação do material produzido, tanto do sabor como do visual. Sorte a minha (risos).

Esta dica foi até dele porque viu no terreno da casa muitos moranguinhos, mas ao colher viu que não tínhamos tantos assim, mas como a ideia já tinha sido lançada, resolve seguir. Como era pouca fruta, então, fiz mini caipirinha. Ficou bem saboroso, mas se tivesse um pouco mais teria sido melhor. Abaixo a quantidade que usei para mini caipirinha individual:

Ingredientes:

  • 60 ml cachaça Salínissima
  • 5 moranguinhos Silvestre, sendo que 1 será usado para decorar o drink
  • ½ limão Tahiti
  • 2 colheres (café) de açúcar

Modo de fazer:

Este não tem nenhum segredo não. Descasque limão como sempre fazemos, deixando um pouco da casca. Neste vídeo aqui tem como fazer. Corte em gomos e separe 2 para usar no drink. Coloque no copinho com a polpa para cima, acrescente o açúcar e, por cima do açúcar, os moranguinhos silvestres. Daí, amasse bem para soltar o caldo e sabor das frutas. Mexa, coloque o gelo e, por cima do gelo, coloque a cachaça. Finalize decorando o topo do copo com um moranguinho.

 

Sobre a cachaça Salínissima – Com 42% de graduação alcoólica e foi descansada em toneis de Bálsamo, realmente, tem um saborzinho diferente e que harmonizou super bem, sem roubar o sabor do moranguinho e nem do limão, mas marcando bem a presença do sabor da cachaça. Aliás, achei a cachaça bem interessante e vou usá-la nums post que farei sobre o meu treino em aperfeiçoar o paladar para conhecer as cachaças e melhorar a harmonização nas caipirinhas. O sabor da Salínissima é bem marcante e acredito que num teste de paladar ela deve ser inconfundível, achei bem diferente das que experimentei até o momento. Resumidamente, consider mais uma cachaça que prova o que venho afirmando desde o início do trabalho aqui no blog: Quanto melhor a cachaça, melhor a caipirinha e cada uma tem sua particularidade e poder de harmonização com os ingredientes.

 

 

Caipirinha com Manga Espada

Passeando pelo hortifrutti a procura de uma fruta que combinasse com a elegância e o sabor da cachaça Spiral, vi a manga espada rosa e não resisti.

Muito se engana que as mangas têm sabores iguais, na verdade, é igual cachaça e tem sabor diferente sim. Nesta dica que fiz com a Spiral que recebi para experimentar, a combinação ficou perfeita, mais precisamente, a harmonização dos sabores.

Provei, aprovei e recomendo!

 

Ingredientes:

01 limão tahiti

01 manga espada rosa

03 doses cachaça Spiral

02 colheres (sopa) de açúcar

gelo à vontade

 

Modo de preparar:

Corte a manga em tiras e deixe com casca porque dará um sabor diferente também. Acrescente 1 colher de açúcar e amasse bem. Agora, coloque no copo o limão cortado em gomos e acrescente a outra colher de açúcar. Amasse o limão.

Misture bem para harmonizar o sabor, agora coloque o gelo e, por fim, acrescente a cachaça. Nesta dica coloquei 3 doses de cachaça para poder usar a manga inteira e ficou uma delícia. Na dose certa. Faz e comenta aqui se a sua deu certo!

 

 

Caipirinha com Cereja (In Natura)

Ainda dando continuidade a nossa série especial de caipirinhas com frutas vermelhas, desta vez escolhemos a cereja in natura.

Lembrando que já fizemos com morando e a receita com framboesa. Aliás, assim como a framboesa, a cereja é meio cara também, mas como a proposta é ter o maior número de sugestões aqui para vocês, com certeza valeu a pena o meu investimento.

Como nas demais receitas, neste especial de frutas vermelhas, preservei a base da caipirinha tradicional incluindo nos ingredientes o limão, o açúcar e o gelo.

Cachaça Usada na Receita: Nesta receita usei a cachaça 51 e ficou bem saborosa.

Mas, lembre-se: beba com moderação para não estragar a diversão.
Ingredientes:

Ingredientes  Caipirinha com Cereja

  •   1 limão Tahiti
  •   8 a 10 unidades de cerejas in natura (se preferir, tirar o caroço)
  •   1 cereja para decorar o topo do drink
  •   1 lâmina de limão para decorar a borda do copo
  •   2 doses de cachaça – nesta receita usei a Cachaça 51
  •   2 colheres (sobremesa) de açúcar – se a fruta estiver bem doce pode colocar menos açúcar
  •   Gelo à vontade

Modo de Fazer:

Descasque o limão e corte-o como de costume, acrescente o açúcar e amasse as cerejas in natura para soltar o caldo e misturar bem com o açúcar.

Acrescente o gelo e despeje a cachaça.

Experimente para ver se o sabor está harmonizado.

Decore a borda com 1 cereja e com a lâmina de limão. Mas não se limite a esta sugestão para decorar ou preparar o drink. E, por favor, tendo alguma sugestão ou ideia diferente ficaremos felizes por você compartilhar aqui como finalizou esta sugestão.

Só isso. O modo de fazer é simples. A bebida está pronta para saborear com os amigos.

Mas, lembre-se: Beba com moderação para não estragar a diversão.

 

Benefícios da Cereja: Muito consumida apenas na época do natal, a cereja tem benefícios de sobra para ser consumida o ano todo. Confira:

1. Contra dores de cabeça, insônia e neurose

2. Atua contra envelhecimento, doenças neurológicas e câncer

3. Atua contra artrite, gota, fibromialgia e lesões

4. Redução da gordura abdominal

5. Redução de dor muscular

6. Menor risco de AVC e maior proteção para o coração

7. Protege contra a diabetes

8. Afasta do Alzheimer

9. Possui muita água em sua composição, deixando o corpo hidratado e a pele macia;

10.Possui efeito laxante e faz uma limpeza completa no organismo, eliminando todas as toxinas e líquidos retidos em variadas partes do corpo;

11. Suas fibras também ajudam na melhora do trânsito intestinal

12. Além de abaixar as taxas de ácido úrico, aliviar sintomas da gota, a fruta também combate a hipertensão, mantendo a pressão arterial normal;

13. Por ser rica em ferro, a cereja combate a anemia e consequentemente, evita a perda de cabelos;

14. Também reduz problemas de pele como acnes e ictiose vulgar;

15. Nutrientes presentes também ajudam e contribuem para um cabelo mais saudável

16. Ingredientes da fruta são usados em muitos produtos de beleza devido a suas qualidades de clareamento de pele, ajudando assim a promover uma pele mais saudável e brilhante.

17. Muitas vezes, o sumo da fruta é mais eficaz que aspirina para combater algumas dores, entre elas a enxaqueca.

 

Saiba todos os detalhes na fonte no portal Mundo Boa Forma de onde tiramos estas informações.

Caipirinha com Framboesa

Levando em consideração a paixão que a maioria das pessoas tem por frutas vermelhas, decidi fazer uma série especial de caipirinhas com as frutas vermelhas mais queridinhas. Comecei com o morango que foi nosso post anterior e agora vamos de framboesa.

Aqui em São Paulo não é uma fruta meio cara, mas vale a pena para saborear em casa, curtindo os amigos e a família.

Preservei a base da caipirinha tradicional como tenho feito com quase todas as postagens.

Cachaça Usanda na Receita: Nesta receita usei a cachaça Velho Barreiro Ouro e ficou bem saborosa.

Mas, lembre-se: beba com moderação para não estragar a diversão.
Ingredientes:

Ingredientes Framboesa Caipirinha Prendada

  • 1 limão Tahiti
  • 15 unidades de framboesas ou mais, como preferir
  • 1 framboesa para decorar
  • 1 lâmina de limão para decorar
  • 2 doses de cachaça – nesta receita usei a Cachaça Velho Barreiro Ouro
  • 2 colheres (sobremesa) de açúcar – se a fruta estiver bem doc epode colocar menos açúcar
  • Gelo à vontade

Modo de Fazer:

Descasque o limão e corte-o como de costume, acrescente o açúcar e amasse as framboesas para soltar o caldo e misturar bem com o açúcar.

Acrescente o gelo e despeje a cachaça.

Experimente para ver se o sabor está harmonizado.

Decore a borda com 1 framboesa e com a lâmina de limão. Se tiver alguma outra ideia legal para decorar, esta é a hora de inovar. Fique a vontade e compartilhe conosco.

Pronto, a bebida está pronta para saborear com os amigos.

Mas, lembre-se: Beba com moderação para não estragar a diversão.

 

Benefícios da Framboesa: Confira o que veio escrito no rótulo da embalagem que compramos.

image1

 

Fotos: Kelly Costa – Acervo Caipirinha Prendada – Proibido o uso e/ ou reprodução da imagem sem autorização

 

Caipirinha com Morango

Na série caipirinhas tradicionais, ainda não tinha a caipirinha com morango. Então, resolvi fazer para postar aqui também.

Mas nesta receita, mantive o limão para preservar a base da tradicional caipirinha como tenho feito em todas as receitas até agora. E acrescentei o morango, por isso, caipirinha com morango.

Ficou uma delícia e o toque do limão fez a diferença.

Cachaça Usanda na Receita: Nesta receita usei a cachaça 51 uma cachaça adoçada e cristalina que é uma das melhores para realçar o sabor e a cor das frutas no drink.

Mas, lembre-se: beba com moderação para não estragar a diversão.
Ingredientes:

  • 1 limão Tahiti
  • 3 a 4 morangos sem o talinho verde e cortados – para amassar
  • 2 morangos para decorar o drink
  • 2 doses de cachaça – nesta receita usei a Cachaça 51
  • 2 colheres (sobremesa) de açúcar (melhor colocar o açúcar aos poucos porue se o morango estiver bem docinho, daí coloca menos açúcar)
  • Gelo à vontade

 

Modo de Fazer:

Descasque o limão e corte-o como de costume, acrescente o açúcar e amasse 3 ou 4 morangos para soltar o caldo e dissolver o açúcar.

Acrescente o gelo e despeje a cachaça.

Experimente para ver se o sabor está harmonizado. Corte 1 morango em lâminas para jogar por cima do drink e deixe 1 morango inteiro para decorar a borda. Pronto, só saborear com os amigos.

Mas, lembre-se: Beba com moderação para não estragar a diversão.

Caipirinha com Suco em Pó (laranja)

E o compromisso de preparar toda semana uma receita nova para poder compartilhar por aqui segue firme e forte. Às vezes, não dá tempo de postar já na sequência, mas agora estou com uma boa reserva de novidades para cumprir a postagem semanal, então, não deixem de acompanhar o nosso blog.

A receita para este post fiz com suco em pó e a ideia surgiu porque a atemoia que comprei estava verde. Como a maioria dos meus experimentos faço na Serra da Cantareira (Mairiporã-SP) e é meio complicado para comprar as coisas. Confesso que às vezes até por preguiça de ficar indo até a cidade (risos). Então, guardei a a atemoia para a outra semana e procurei em casa algum ingrediente que daria certo. Foi então que achei os pacotinhos de suco em pó.

Além de me garantir a receita da semana também responderia a uma mensagem da Silvana, uma brasileira que mora na Noruega, e há um tempo me perguntou como poderia fazer para preparar as caipirinhas com todos estes sabores tropicais mesmo morando na Europa. Então, não pensei 2 vezes de experimentar o suco em pó no drink. Não ficou tão saboroso como os preparados com frutas in natura, mas na falta da fruta mesmo, sabendo dosar a quantidade do suco em pó, fica gostoso sim. Dá para brindar e matar a saudade das caipirinhas feitas aqui no Brasil.

Cachaça Usanda na Receita: Nesta receita usei a cachaça Rainha Ouro – Carreiro que ganhei de um amigo, o Marquinhos. Ela possui graduação alcoolica 39% volume e descansada em toneis de carvalho. Como o drink não foi feito totalmente com a fruta in natura, escolhi uma bebida com suave sabor de madeira.

Mas, lembre-se: beba com moderação para não estragar a diversão.
Ingredientes:

  • 1 limão Tahiti
  • 2 doses de cachaça – nesta receita usei a Cachaça Rainha
  • 1 colheres (sobremesa) de açúcar (não exagere no açúcar porque dependendo do suco em pó que já vem adoçado)
  • Suco em pó o suficiente para dar sabor (lembre-se que ele é concentrado, então, vai pouco pó e se vier adoçado, talvez nem precisa colocar o açúcar)

 

Modo de Fazer:

Descasque o limão e corte-o como de costume, acrescente o açúcar e amasse para soltar o caldo e dissolver o açúcar. Então, acrescente o suco em pó e misture bem para dissolver. Vá experimentando para harmonizar o açúcar e o sabor. Quando estiver no ponto, coloque o gelo e, então, acrescente a cachaça. Decore o copo porque visual também faz parte para enriquecer o sabor, afinal, comemos e bebemos começando pelos olhos.

Caipidrink de Uva Itália

Sempre que via a uva tinha vontade de experimentar na caipirinha, ou melhor, num caipidrink, já que pela legislação caipirinha é apenas de limão, açúcar, gelo e cachaça. Aliás a cachaça é a única bebida que vai em nossas receitas.

Mas, leis e detalhes a parte, o nosso drink ficou muito bom. O sabor e frescor da bebida foi exatamente como eu tinha imaginado.

Desta vez fiz com a cachaça orgânica Sanhaçu que conhecia pelas redes sociais e adquiri num evento diretamente dos produtores. Esta cachaça, no processo produtivo, é armazenada em toneis de umburana e possui 40% e volume alcoólico. Ah, e como eu queria uma bebida bem fresca, deixei até a cachaça na geladeira por algumas horas e o resultado foi bem legal. Assim como a cerveja, a caipirinha/ caipidrinks ficam ótimos bem gelados e comprovei isto nesta receita.

No mais, não teve nenhum ingrediente. Curtimos e aprovamos o sabor final feito com a cachaça orgânica da Sanhaçu. Produto certificado e premiado em Bruxelas no ano 2015 – Prata Spirits.

Confira a receita e passo a passo como testei e achei que deu super-certo. É uma dica, mas você pode incrementar ao gosto. Daí, lembre de comentar e compartilhar aqui porque sou curiosa e gosto de testar.

Ingredientes:

– 2 doses (100 ml) de cachaça gelada
– 2 colheres (sobremesa) de açúcar
– 1 limão (metade caldo e metade amassada)
– 12 uvas cortadas ao meio e sem semente (neste receita fizemos com uva Itália)
– gelo a gosto

Modo de Preparo:

Cortei as uvas ao meio e retirei apenas as sementes; acrescentei o limão, descascando metade e cortando em cubos o restante, tirando o miolo e a outra metade exprimi para tirar o caldo. Acrescentei o açúcar e amassei bem a uva e o limão. Coloquei tudo numa coqueteleira e acrescentei a cachaça e agitei bem. Então, voltei para o copo, coloquei o gelo à vontade. Decore como quiser.

Sempre gosto de deixar um pedaço da fruta na borda do copo ou quando dá a fruta mesmo para que possa degustar in natura.

Sirva e aproveite para colocar a conversa em dia com os amigos e com a família.

Aproveite para conferir as outras receitas aqui no blog, mande fotos das receitas que você fizer e comente nas nossas redes sociais.

Mas, lembre-se: beba com moderação para não estragar a diversão.

Caipirinha com Maracujá

Empolgada em conhecer, experimentar e compartilhar o que fica bom com frutas inusitadas para adicionar à tradicional caipirinha, resolvi fazer uma das tradicionais para aproveitar a safra de 1 maracujá que teve aqui em casa (risos).

Mas nesta receita, incluímos também o limão para intensificar o sabor do maracujá. Afinal, nossa premissa é reforçar o conceito da caipirinha, mantendo os ingredientes da original e acrescentando novos sabores.

Sou suspeita para falar porque adoro sabores azedos, mas esta ficou show. Besteira tirar o limão, ele tem que ficar!

Confira os ingredientes e modo de preparo:

Ingredientes:

  • - 1 limão taiti
  • - 60 ml de cachaça (novamente usei uma edição especial que ganhei do amigo Marco Rossi)*
  • - 2 colheres (sobremesa) de açúcar
  • - ½ maracujá pequeno
  • - Gelo a gosto

Modo de Preparo:

Usei um pote com tampa e coloquei o limão no copo como de costume: deixei um pouco da casca, tirei o miolo, cortei em 4 partes e coloquei no copo com a polpa para cima. Acrescentei o açúcar e amassei.

Acrescentei o maracujá, fechei o pote e chacoalhei bem para soltar o sabor da fruta e misturar bem com os demais ingredientes. Abri e coloquei o gelo, acrescentei a cachaça, decorei o copo com o limão e deixei para mexer só depois. Porque daí na foto dá o efeito bifásico – a cachaça, apesar de ter um pouco de cor por causa do tipo de bebida usado, ela fica bem clarinha no drink. Aí, em cima fica transparente, o limão de decoração no copo aparece melhor e o maracujá dá um efeito degradê da polpa e um toque legal das sementes. Fica uma bebida linda e saborosa.

* A cachaça usada foi uma Premium que ganhei do meu amigo Marco Rossi. Ele tem uma edição limitada de reserva especial para presentear os amigos, tem até numeração na garrafa e a da minha é a 177. É uma cachaça produzida em alambique de cobre, mas armazenada em toneis de Jequitibá,  Umburana e Castanheira.

Espero que gostem. Experimentem e comentem aqui o que achou.

Mas, lembrem-se: Beba com moderação, não estrague a diversão.

Um abraço e até mais!!!

Caipirinha com Caqui

Nunca imaginei que a combinação do caqui com os ingredientes da tradicional caipirinha seria tão interessante.

De tanto ver a fruta tão bonita, não resisti e resolvi experimentar na caipirinha e ficou 10. Super-recomendo.

Fiz com a cachaça Premium da marca mineira Alambique Diamond – 40% vol. de álcool.

Confira como fizemos.

 

Ingredientes:

  • 2 limões rosa
  • 50ml de cachaça
  • 2 colheres (sobremesa) de açúcar
  • 1/2 caqui ou o quanto desejar
  • gelo a gosto

 

Modo de preparo:

Coloquei a metade do caqui com casca mesmo e amassei com o açúcar, depois acrescentei o limão descascado e sem sementes. Amassei também. Mexi bem para misturar os ingredientes e distribuir o sabor. Coloquei o gelo e acrescentei a cachaça.

Olha que ficou muito bom! Tão bom que no dia seguinte fiz novamente numa festa que fui, mas daí como a quantidade era maior, optei por bater metade do caqui no liquidificar e metade amassada porque gosto dos pedacinhos das frutas. E sabe de uma coisa: ficou melhor ainda porque o sabor do caqui que é bem sutil, ficou mais intenso um pouco.

Seja batido no liquidificador ou não, fica bom do mesmo jeito, mas daí já vale um novo post para explicar certinho como fizemos, apesar de ser com os mesmos ingredientes. O modo de fazer, por fim, será questão de gosto. Mas podem apostar que o caqui combina e muito com caipirinha.